Untitled Document
MENU
Buscas
 Há vagas! Minas terá 5 mil vagas para emprego temporário em Dezembro
Há vagas! Minas terá 5 mil vagas para emprego temporário em Dezembro
Da Redação
do Por Dentro de Tudo
Publicada 11/12/2017

Época de festas e confraternizações, o fim do ano é um período propício também para arranjar um emprego. Somente neste mês, serão abertas mais de 115 mil vagas temporárias no país inteiro (quase 10% delas, em Minas). Oportunidade e tanto para efetivar-se e até fazer carreira. Mas, atenção: estratégia é tudo para se garantir. Dedicação, pontualidade, compromisso, relacionamento e interesse são palavras-chave para quem deseja prolongar a “vida útil” da vaga passageira.

“Têm mais chances de ficarem nas empresas profissionais que dedicam-se ao máximo, apostam na pontualidade, cumprem compromissos no prazo determinado, demonstram interesse nos negócios da empresa e tomam cuidado com a qualidade da comunicação, relacionando-se bem com todos”, destaca a assessora de Carreira da Catho, Carla Carvalho.

Além dos 30 dias

Para fazer a mão de obra ser importante além dos tradicionais 30 dias – período para o qual os temporários costumam ser contratados – , vale esforçar-se ao máximo e demonstrar interesse acima de tudo. 

Das 115 mil vagas temporárias abertas neste mês em todo o país, 20% são destinadas a jovens em situação de primeiro emprego, de acordo com a Associação Brasileira do Trabalho Temporário (Asserttem); 5% poderão ser tornar efetivas.

Em Minas, entre setembro e o fim de deste mês, deverão ser ofertadas quase 14 mil vagas; quase 5 mil somente em dezembro. 

Apresentação bem feita ajuda a abrir portas

Quem está em busca da primeira oportunidade no mercado formal deve dar importância não só às vagas temporárias e à rede de contatos, como ao currículo. Cartão de visita para quem tem pouca ou nenhuma experiência profissional, o documento deve ser bem elaborado para evitar gafes e abrir portas.

Importantes para a construção de uma carreira, as contratações de fim de ano e de datas comemorativas também devem ser mencionadas no currículo dos poucos ou nada experientes. De acordo com a profissional da Catho, é importante destacá-las principalmente se o candidato estiver fora do mercado de trabalho por mais de seis meses ou iniciando a carreira. Se as atividades não tiverem relação com a vaga pleiteada, seja breve ao descrevê-las, reforça Carla Carvalho. 

Mencione os "bicos"

Experiências adquiridas na graduação também são valiosas para traçar um caminho no mercado de trabalho. Da mesma forma, estágios, bolsas de pesquisa e até empregos informais, os famosos “bicos”, são igualmente importantes para abrir portas e aumentar as chances de uma colocação de sucesso.

Com informações: Hoje em Dia.

 Documento sem título
Comentários